Principais técnicas de vídeo

Para as marcas se destacarem e chegarem aos seus consumidores alvo, têm de criar conteúdo original e utilizar técnicas de vídeo diferentes.

tecnicas video

Atualmente existem diversas técnicas de vídeo que podem tornar qualquer pessoa num pequeno realizador de sucesso, criando grandes obras de arte apenas com as ferramentas essenciais.

 

Várias são as tendências de vídeo que vão existindo, sendo que umas são mais fáceis de utilizar que outras. Umas chamam mais à atenção, enfatizando pequenos pormenores que dão um ar completamente diferente a qualquer gravação.

 

Aqui ficam algumas técnicas que podem melhorar qualquer vídeo e que dão às marcas um conteúdo que se evidencia e que chama à atenção dos consumidores.

 

Timelpase:

 

Consiste em gravar determinada paisagem ou acontecimento durante longos períodos de tempo e posteriormente acelerar a imagem, como por exemplo gravar a cidade de Lisboa vista do Castelo de S. Jorge durante um dia inteiro e depois comprimir num minuto de vídeo.

 

O objetivo com esta técnica é fazer sobressair as mudanças que de outra forma passariam despercebidas e que acontecem com o passar do tempo.

 

Slow-Motion:

 

Ao contrário do Timelapse, o Slow-Motion (ou câmara lenta) é o processo de aumentar o tempo de vídeo, isto é, transformar 10 segundos de vídeo em 20 e abrandar a ação.

 

Esta técnica é muito utilizada para exibir determinados momentos, de forma a que quem visualize os vídeos se concentre totalmente num acontecimento ou ação.

tecnicas de video

Filtros:

 

Os filtros são considerados uma técnica de edição, pois são adicionados durante a edição do vídeo para melhorar a imagem, a luz ou a cor.

 

Esta técnica/ferramenta é bastante utilizada pois facilmente se consegue mudar o tom de um vídeo, como por exemplo, utilizar um filtro mais azul para tornar a imagem mais fria ou então um filtro laranja para dar uma atmosfera mais acolhedora ao que está a ser visualizado.

 

As diferentes técnicas são utilizadas em contextos diferentes e com objetivos diferentes, sendo necessário ter sempre em conta que quanto maior for a edição de um vídeo, mais artificial fica e, consequentemente, maior será a taxa de desinteresse por parte dos consumidores.

 

 

Objetivos do Vídeo Marketing

As campanhas de Vídeo Marketing são cada vez mais comuns e existem alguns objetivos que qualquer campanha deve traçar para que seja bem sucedida.

video mkt

Com a atual expansão do vídeo, realizar campanhas de Vídeo Marketing que tenham resultados positivos é obrigatório. Contudo, existem determinados objetivos a atingir que devem ser tidos em consideração.

 

Uma marca deve ter em atenção alguns aspectos que levam garantidamente a campanha de Vídeo Marketing ao sucesso.

 

1 – Aumentar o número de visualizações

 

Um objetivo essencial ao sucesso de uma campanha de Vídeo Marketing é o aumento do número de visualizações, ou seja, fazer com o vídeo seja visualizado mais vezes e por mais pessoas, ganhando assim uma maior exposição e permitindo a difusão da imagem da marca.

 

2 – Atingir o Target correto

 

Uma das melhores formas de chegar ao Target correto é através de Vídeo Marketing, já que através de vídeo é possível passar mais informação e assim criar uma mensagem mais personalizada para cada segmento.

 

3 – Produzir vendas

Uma campanha de Vídeo Marketing bem conseguida consegue facilmente gerar vendas, pois cria uma ligação com o consumidor e deixa sempre uma vontade de conhecer mais e/ou experimentar o produto ou serviço.

video marketing

4 – Gerar cliques

 

Depois do consumidor ver o vídeo, a marca quer que este seja convertido, isto é, que tendo por base a sua visualização clique nos pontos específicos definidos pela marca.

 

5 – Criar relação com o utilizador

 

Um objetivo importante a ter quando se realiza uma campanha de Vídeo Marketing é o de criar uma forte relação com o utilizador, fazer com que este se sinta próximo da marca e se identifique com a mesma.

 

As campanhas de Vídeo Marketing, quando bem realizadas podem trazer diversos benefícios, desde uma maior base de consumidores até ao aumento significativo das receitas da marca.

 

História do Vídeo

Apesar de hoje em dia ser bastante conhecido e estar enraizado na sociedade, o vídeo tem uma longa história e que faz dele a melhor formas de comunicar.

historia video

Apesar de atualmente o vídeo fazer parte do quotidiano de qualquer pessoa, esta tecnologia só nasce nos meados do século 20 pelas mãos do cientista russo Boris Rosing, que conseguiu projetar simples formas geométricas.

 

Após esta inovação, começaram a criar-se diversos suportes de vídeo tais como a fita, razão pela qual o vídeo de massificou e começou a chegar a cada vez mais pessoas.

 

Foi perto de 1950 que se gravou a primeira emissão televisiva em vídeo, ou seja, a imagem que as câmaras transmitiam foi gravada em fita, marcando um importante passo para a evolução do vídeo.

 

Contudo, é mais tarde, em finais dos anos 70, que vemos uma importante revolução no mundo do vídeo, com a chegada do digital.

 

As estações televisivas foram as principais fomentadoras da tecnologia de vídeo, levando ao ecrã de muitos a magia de reproduzir conteúdo em tempo real ou mostrar algo que já tivesse acontecido.

 

Outra tecnologia que trouxe o vídeo, literalmente, à mão das pessoas foi as VideoCams, pequenas máquinas de gravar vídeo, que faziam de qualquer pessoa o próximo grande realizador.

historia do video

As pequenas câmaras de vídeo são hoje em dia substituídas por dispositivos móveis como os smartphones. Gravar vídeo está, hoje em dia, disponível em qualquer altura, para qualquer pessoa.

 

Os grandes paradigmas no mundo do vídeo atualmente passam não só pelo mobile como pelo HD, isto é, os vídeos em alta definição. Os vídeos de alta definição começam a ser recorrentemente utilizados, pois cada vez há mais aparelhos a fazê-lo e quanto maior for a qualidade do vídeo maior vai ser a vontade de o ver.

 

Iniciou-se como uma simples projeção de formas geométricas e atualmente o vídeo ganha grandes proporções e já pertence ao quotidiano de cada um de nós.

 

 

Funcionalidades Veedmee

Sendo uma nova forma de e-mail, são várias as vantagens que o Veedmee pode trazer aos utilizadores.

funcionalidades veedmee

Disponível para iPhone e Android, o Veedmee vem reinventar a forma como comunicamos substituindo as palavras escritas por mensagens de vídeo.

 

O envolvimento com o consumidor é o ponto de partida do Veedmee, querendo que o seu utilizador se sinta bem e leve as suas mensagens a um novo patamar de interação.

 

A possibilidade de se enviar vídeos, que juntam a imagem ao som, potencia qualquer informação que queiramos transmitir, facilitando a transmissão de mensagens.

 

Com o Veedmee podemos criar, enviar e ver vídeos. Funcionando como uma caixa de e-mail diferente e onde os seus benefícios são quase intermináveis, o Veedmee possui uma integração com clientes de e-mail como o Apple Mail ou o Gmail.

funcionalidade veedmee

Outra grande funcionalidade que o Veedmee oferece tem que ver com a possibilidade de enviar mensagens mais emotivas ou momentos que estamos a viver, às pessoas que mais gostamos, mesmo quando estas não estão perto.

 

Para além de todas as funcionalidades para o utilizador privado que existem, o Veedmee tem uma forte vertente empresarial, com pacotes pagos que amplificam as vantagens da aplicação e consequentemente melhoram a eficiência da comunicação dentro das empresas.

 

É possível criar campanhas de e-mail marketing e acompanhar e analisar os seus resultados através do Veedmee. Esta forma diferente de comunicar com clientes e colaboradores melhora os resultados e mais facilmente motiva quem recebe as mensagens.

 

Passar ideias ou opiniões nunca foi tão fácil e eficaz. O Veedmee possibilita que se esteja em qualquer lugar do mundo e se transmitam as opiniões a toda a equipa de uma forma simples e eficaz.

 

O Veedmee é uma aplicação que vem mudar um pouco a forma como comunicamos, pondo o vídeo em destaque e criando conversas mais fluídas e precisas em termos de eficácia da mensagem que se quer transmitir.